Experimentações audio-visuais em formato de vídeo curtinhos.

NECESITAMOS MÁS QUE PÁN, PERO…(2010)

Mini doc com Lucas Salvitelli, porteño que se mudou para Miramar em busca de um outro estilo de vida.

Lucas, junto com seus tios, se dedica a retomar uma tradição de moradia construída com materiais da própria terra, as chamadas casas de adobe.

Gravada em Miramar, Argentina, em junho de 2010

Duração: 15’25”

Movimento #35 em pé menor – Meu Pé, Meu Sapato e o Asfalto (2010)

Em uma cidade onde os carros comandam e pedestres não tem vez, ela tenta atravessar a rua apenas em sinal verde para pedestres. Dois quadros: um em tempo real e outro em tempo editado acompanham garota em sua travessia
pela cidade. Depois de tantos e obstáculos, ela chegará a si mesma? As coexistências temporais de Bergson e Deleuze inseridas no tempo caótico da cidade de São Paulo, encontros e desencontros causados pelas obstáculos da cidade.

de Paloma Oliveira & Thais de Almeida Prado

Duração: 4’50

SAMY’S MELODY (2009)

curta metragem de
Juliana França
Paloma Oliveira
Paula Matana
Ricardo Palmieri
Samantha Oliveira Brianez

Selecionado para a mostra competitiva do festival vivo artemov 2009

Olhe bem… veja só… em um mundo caótico e cheio de aproximações estéticas com necessidades de se controlar uma vida saudável e balanceada, uma brincadeira com imagens e truques facilmente revelados mostram três garotas que correm sem propósito.

Duração: 2’14

UM EXPERIMENTO SEM NOME(2009)

Experimentos com corpo, performance e projeção.

Roteiro, produção, direção, direção de arte: Paloma Oliveira
Câmera, locação, assistente de direção: Thais de Almeida Prado
Assistentes de projeção: Juliana França, Ricardo Palmieri
Performers: Juliana França, Fabricio Muriana, Juli Codognotto
Trilha sonora: Café com Leite (Aécio de Souza e Paulo Gallian) cafecomleite.org

Duração: 2’45

A GAROTA DO ÔNIBUS (2006)

Um curta sobre a permissividade do toque. O curta-metragem aborda em tema subjetivo comum a todo ser humano: a necessidade do toque.

Transformados em 2 personagens principais, Marisa é uma mulher tradicional que reflete todos os valores e rudezas da vida. Denis é o seu oposto, transmite liberdade e excessos. Quando se encontram em uma situação pública, aparentemente cansados e retornando do trabalho, permitem-se serem tocados sem a presença física do toque.

Duração: 6’33”

Roteiro, direção e produção: Paloma Oliveira
Edição e Trilha Sonora: Cinema Perdido
Atores: Marisa Codarim e Denis Okuma

Figuração: Cybelle Oliviera, Leonardo Castro, Sabrina Lacerda, Carlinhos, Bernardo Batista, Maria Angélica, Boca, Samantha Brianez, Alexandre Ferracin, Edmilson Nascimento, José Pontes (Tupi), Lais Namara Oliveira

Apoio: SPTrans

 

AVariAção (2005)
Animação (quase um stop-motion…) de suspense!
Duração: 2’37”

Criação de…
Fefa Fernanda Brito
Yuri Garfunkel
Flávio Cerqueira Dexter
Paloma Oliveira

Cenografia: Nick TK
Bonecas: Paloma Oliviera